Outras Notícias

Conversas de Paz - A Constituição de Abril

A mais recente sessão do ciclo de debates, "Conversas de Paz", realizada no passado dia 5, incidiu sobre a Constituição da República incidiu, essencialmente, no Art.º 7º com uma apresentação inicial a cargo da dirigente do CPPC, Helena Casqueiro, a que se seguiram diversas intervenções visando o posicionamento dos sucessivos Governos da República - no pós revolução de Abril de 74. Ficou claro o flagrante desrespeito da Constituição, com expressão inequívoca no maior envolvimento de Portugal na NATO e na participação das Forças Armadas Portuguesas em acções militares agressivas por parte daquele bloco politico-militar.

 

Pôr fim ao massacre!

Pôr fim ao massacre!

Uma vez mais, a NATO é responsável pela morte e ferimento de crianças e civis afegãos devido aos seus bombardeamentos.

No passado dia 4 de Abril, o CPPC assinalou o 64.º aniversário da criação da NATO, denunciando que este bloco político-militar não serve quaisquer propósitos de Paz no mundo.

Ler mais...

Em Defesa da Constituição de Abril

Realizou-se, no Porto, No Clube dos Fenianos Portuenses, uma sessão pública comemorativa do 37º Aniversário da promulgação da Constituição de Abril. Participaram, entre outros, Alfredo Maia, Dora Fonseca e Manuel Loff.
Na iniciativa promovida pelo Movimento em Defesa de um Portugal Soberano e Desenvolvido participaram mais de 60 pessoas, incluindo aderentes do Conselho Português para a Paz e Cooperação, que apoiou a iniciativa, conjuntamente com outras organizações.

 

Constituição de Abril e a Paz

Celebra-se hoje, dia 2 de Abril, o 37.º Aniversário da aprovação pela Assembleia Constituinte da Constituição da República Portuguesa de Abril de 1976.

A aprovação da Lei Fundamental sucedeu ao derrube do regime fascista pela Revolução de 25 de Abril de 1974, a Revolução dos Cravos que trouxe nova esperança ao Povo Português no futuro do país.

Até então, a ditadura fascista – do dito “Estado Novo” – assombrou o Povo Português durante quarenta e oito anos por via da imposição de grandes dificuldades económicas e sociais.

Ler mais...