Com a morte de João Honrado, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação, perdemos um lutador infatigável pela causa da Paz, contra o colonialismo, o imperialismo, a opressão e a guerra, na defesa da liberdade, da democracia e da dignidade humana.



Nascido há 84 anos em Ferreira do Alentejo, militante do PCP, passou mais de 12 anos nas cadeias fascistas pela sua coerência na luta pela liberdade e pela democracia.

Entre outras actividades, destaca-se o seu trabalho como jornalista, onde deu particular importância a causa da paz, alem da publicação de diversos livros.

A Direcção Nacional do CPPC neste momento doloroso, apresenta os seus pêsames e toda a solidariedade a sua família e amigos.