Face à noticiada visita oficial do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel a Portugal e reuniões com membros do Governo Português e Presidente da Assembleia da Republica,
O CPPC assume a seguinte posição:
1. Repudia veementemente tal visita e que o Governo Português receba e reúna com o representante de um Governo que não cumpre o Direito Internacional e não respeita os Direitos Humanos; um governo considerado terrorista e responsável pelo genocídio praticado sobre o povo palestino.
 
2. Considera reprovável que o Governo Português que não tem tomado uma atitude firme nas instâncias internacionais pelos legítimos direitos do povo palestino, venha dar cobertura a um governo que atropela estes Direitos.
 
3. Exige do Governo Português, no cumprimento da Constituição Portuguesa, uma actuação concordante com o Direito Internacional, com a Carta e Resoluções da ONU no que concerne à questão Palestina e condene a criminosa actuação do Governo de Israel.