Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

O CPPC apresentou no sábado, 22, o livro «Décadas de Luta pela Paz», numa sala do Fórum Lisboa. Com a presença dos activistas que mais directamente participaram na concepção do livro e dos presidentes da Direcção Nacional e da mesa da Assembleia da Paz, Ilda Figueiredo e António Avelãs Nunes, a sessão constou de uma abordagem ao conteúdo do livro, no qual estão expressas as principais causas, campanhas e acções realizadas pelo movimento da paz desde finais dos anos 40 do século XX e particularmente nas últimas quatro décadas, após a formalização jurídica do CPPC.
Valorizada foi também a actualidade da obra, pois muito embora tenha um inegável carácter histórico, revela que as causas que ainda hoje movem o CPPC são, na sua maioria, as mesmas que motivaram o arranque do movimento da paz, poucos anos após o final da Segunda Guerra Mundial: a exigência de proibição das armas nucleares e de destruição massiva, a dissolução dos blocos político-militares, o fim das bases militares em território estrangeiro, a solidariedade aos povos que enfrentam a guerra, a opressão e a ingerência.
Ilda Figueiredo e António Avelãs Nunes valorizaram a edição do livro, considerando-o uma homenagem a todos quantos, ao longo dos anos, se bateram pela paz e a solidariedade e um importante instrumento de acção do CPPC pelos seus objectivos.