Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

 almoco da paz porto 2019 1 20190225 1141123210

Realizou-se no passado dia 23 de fevereiro, no Porto, o habitual Almoço da Paz, no Porto que teve a participação de mais de 70 pessoas.

Houve música, poemas e intervenções políticas do escritor José António Gomes, da médica luso-brasileira Fátima Guedes e da presidente da DN do CPPC, Ilda Figueiredo, numa sessão que Manuel Joaquim Silva apresentou.

Num momento de importante solidariedade com os povos, destacou-se em particular a situação no Brasil, na Venezuela e na Palestina, demonstrando-se a solidariedade aos povos vítimas da ingerência estrangeira, do colonialismo e da ocupação, salientou-se o direitos dos povos à paz, à soberania e independência, denunciou-se a hipocrisia da política da Administração dos EUA/Trump e o seguidismo da política externa portuguesa ao arrepio da Constituição da República Portuguesa e do Direito Internacional. E em coro, as vozes ergueram-se para afirmar " Paz sim! Guerra Não" e para proclamar a solidariedade com a Revolução Bolivariana e a confiança que a Venezuela vencerá.
Num ambiente de confiança e solidariedade, houve também o sorteio de um trabalho oferecido pelo pintor Agostinho Santos, aderente do CPPC, e a inscrição de novos aderentes.