Outras Notícias

liberdade para ahmad saadat e todos os outros prisioneiros politicos palestinos encarcerados nas prisoes israelitas 1 20190116 1617768987

E todos os outros prisioneiros políticos palestinos encarcerados nas prisões israelitas

Quando se assinalam 17 anos sobre a prisão por Israel do deputado palestino Ahmad Sa’adat, perpetrada a 15 de Janeiro de 2002, o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) reafirma a exigência da sua libertação, assim como da libertação de todos os outros presos políticos palestinos – mais de 5000, muitos dos quais crianças – encarcerados nas prisões israelitas .

Ahmad Sa’adat, eleito secretário-geral da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP) após o assassinato, por Israel, do seu antecessor, Abu Ali Mustafa, foi julgado por Israel pelo seu papel de liderança na legítima resistência palestina à ilegal e brutal ocupação israelita.

 

Neste dia, o CPPC saúda os que pelo mundo se mantêm solidários com a justa causa palestina, incluindo a libertação dos presos políticos palestinos dos cárceres israelitas, e associa-se à Semana Internacional de Acção pela Liberdade de Ahmad Sa’adat.

Perante a continuada actuação criminosa do Governo israelita, o CPPC reclama do Governo Português, em obediência aos preceitos constitucionais e no respeito dos princípios mais elementares do Direito Internacional – que condene e denuncie a acção de repressão institucionalizada e generalizada de Israel contra o povo palestino – de que é exemplo a sua contínua agressão e cerco à população palestina da Faixa de Gaza –, exigindo a sua cessação imediata e incondicional.

O CPPC reafirma que o caminho é o fim da ilegal ocupação israelita de territórios palestinianos, o desmantelamento dos colonatos, do muro israelita de segregação, do bloqueio a Gaza, a libertação dos presos políticos palestinos das prisões israelitas, o respeito pelo direito ao regresso dos refugiados e o reconhecimento do Estado da Palestina nas fronteiras anteriores a Junho de 1967 e com capital em Jerusalém Oriental.

15 de Janeiro de 2019
Direcção Nacional do CPPC